Por: diario | 28/10/2018

Até o início da tarde deste domingo (28), o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Santa Catarina registrou seis ocorrências policiais e cinco pessoas foram detidas.

Em Florianópolis, um eleitor foi detido em flagrante por “violar ou tentar violar o sigilo do voto”, por meio da filmagem da sua votação com um telefone celular. O fato ocorreu no bairro Rio Vermelho, na Escola Maria Conceição Nunes.

No município de Palhoça, na Grande Florianópolis, na Escola Ursulina da Senna Castro, no bairro Campo Novo, três eleitores foram detidos por terem ingressado na escola portando bandeiras e protestando. Após serem orientados pelo delegado de prédio, persistiram na ação e desacataram os polícias militares que faziam a segurança do local.

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

Em Dionísio Cerqueira, no Extremo-Oeste, houve três ocorrências por derrames de santinhos, porém sem prisões.

Em Criciúma, uma família chegou ao local de votação portando legendas de determinado partido e teria sido agredida verbalmente por duas mulheres não identificadas. Houve uma discussão, mas quando a Polícia Militar chegou ao local, as mulheres já tinham ido embora.

Em Joinville, no Norte do estado, um eleitor não identificado teria proferido ofensas verbais a um mesário. Contudo, quando a PM entrou no colégio, o eleitor já havia saído.

No município de São Bento do Sul, um eleitor foi detido por divulgação de propaganda por meio de um veículo estacionado em frente ao local de votação.

Por Diário Catarinense