Por: diario | 24/02/2018

Em visita ao DAV, o deputado federal catarinense João Paulo Kleinubing (PSD), falou sobre a migração de prefeitos do Alto Vale do Itajaí em Brasília em busca de emendas parlamentares para investimentos nos municípios, o que ocorreu devido a primeira parte do cadastramento para captação de emendas parlamentares, o que deve ocorrer até o dia 28 de fevereiro. Também falou sobre a possibilidade de trocar o PSD pelo DEM, fato que ainda está indefinido, e sobre o futuro do atual partido nas eleições deste ano.

Segundo relatório apresentado, os principais municípios beneficiados foram Rio do Sul, com a disponibilização de R$ 200 mil para aquisição de quatro veículos para Secretaria de Saúde, outros R$ 700 mil que deverão ser investidos em infraestrutura de pavimentação no Ribeirão do Tigre, na Barra do Trombudo, R$ 250 mil para cobertura de uma quadra de esportes em uma escola e outros R$ 300 mil para o custeio do Hospital Regional Alto Vale.

Para Taió será disponibilizado R$ 400 mil para investimentos em infraestrutura, mais R$ 225 mil para custeio do Hospital e Maternidade Dona Lisette.

Outros R$ 400 mil serão disponibilizados para investimentos em infraestrutura no município de Ibirama, R$ 100 mil na área esportiva, R$ 250 mil para infraestrutura em Lontras e R$ 300 mil para o custeio da Saúde em Salete.

O deputado explica que a divisão dos recursos no Brasil deveria possibilitar maior gestão dos municípios. Questionado sobre a repactuação federativa dos recursos, mostrou-se totalmente favorável. “Acho que isso é absolutamente urgente. Essa centralização de recursos em Brasília é muito ruim. Custa caro para o Brasil, dificulta a fiscalização e muitas vezes se perde a noção do que é prioritário. Hoje o prefeito tem que se adaptar as modalidades de captação de recurso Federal, e não naquilo que o gestor municipal realmente precisa fazer”, explica.

À frente do Fórum Parlamentar Catarinense, o deputado destacou a ação coletiva a favor do incremento de recursos no orçamento da União para obras de duplicação e manutenção das rodovias federais em Santa Catarina.

Em relação à BR-470, destacou o trabalho do senador Dário Berger (MDB-SC), na presidência da Comissão Mista de Orçamento. O orçamento de 2018 previa R$ 35 milhões para obras e manutenção na rodovia, valor que foi incrementado após forte ação política. “Conseguimos chegar a R$ 150 milhões, não é o ideal, mas é o valor mínimo necessário para que possa avançar nas obras de duplicação e de conservação”, argumenta.

Ele afirma que a previsão orçamentária não é garantia de investimento, porém, o Fórum deve continuar mobilizado. “Continuaremos este trabalho unidos este ano para que possamos executar este orçamento”, explica.

PSD ou DEM

Kleinubing não descartou a possibilidade de mudar de partido e afirmou que a atitude depende dos projetos políticos que forem apresentados pelas siglas.

Ele destacou a gestão e o protagonismo de Raimundo Colombo à frente do PSD catarinense e os resultados obtidos durante os sete anos de gestão. “A discussão da minha mudança de partido passa por isso, pelo nosso projeto, por um projeto que tenha compromisso com essa continuidade, defendendo essa postura em nosso estado. Qual a melhor proposta, melhor projeto para Santa Catarina, para que ele continue se desenvolvendo. É isso que quero apoiar nessa eleição”, revela.

Também, confirmou que deverá concorrer a reeleição em uma vaga na Câmara dos Deputados, em Brasília. “Se houver a concordância da sociedade que eu continue, permanecerei trabalhando pelo meu Estado”, revela.

Mas, não descarta a possibilidade de compor uma chapa majoritária. “Estou à disposição para isso, decisão que depende principalmente do eleitor”, finaliza.

Rafael Beling

 

Receba primeiro as notícias do Jornal Diário do Alto Vale, faça parte do grupo de whatsapp. Clique aqui