Por: diario | 10/02/2020

 

De acordo com a assessoria de imprensa do Hospital Regional,  o Ministério da Saúde descartou a suspeita de um caso de coronavírus em um morador de Rio do Sul. Tratava-se de um homem de 35 anos que ficou um mês na China, passando pelas cidades de Pequim e Xangai. Ele retornou ao Brasil no último dia 26 e procurou atendimento médico na sexta-feira (31), com mal-estar, dor no corpo e tosse.

 

coleta de amostras foi feita no mesmo momento em que o paciente deu entrada na unidade.

 

Segundo a secretária de Saúde de Rio do Sul, Sueli de Oliveira, os primeiros procedimentos com o paciente suspeito foram realizados na rede pública de saúde. Depois da coleta o material foi levado para Florianópolis, no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-SC). Na sequência o material foi encaminhado para São Paulo, na Fundação Oswaldo Cruz, credenciada para identificar o vírus.

“O resultado do exame é repassado para a Secretaria de Saúde, para que possamos tomar as providências, em caso de ele ser positivo”, explica.

 

De acordo com Sueli, a identidade e outros dados do paciente haviam sido preservados.

“Não queríamos alarmar a situação e ele mesmo quis ficar mais reservado. Por uma questão de ética, apenas a Diretoria de Vigilância Epidemiológica sabe dos dados”, afirma.