Por: diario | 1 mês atrás

O candidato ao Governo de Santa Catarina pelo PSD, Gelson Merisio, cumpriu agenda no Alto Vale nesta sexta-feira (21). Na região ele teve compromissos em Ibirama, Presidente Getúlio, Taió e Rio do Sul, onde também concedeu entrevista ao Jornal Diário do Alto Vale e falou sobre as principais propostas para diversos setores com infraestrutura, prevenção de cheias, segurança pública e educação.

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

Sobre a duplicação da BR-470, que afeta diretamente o desenvolvimento do Alto Vale, ele declarou que o tema será tratado como prioridade e que essa seria a principal obra do Governo em Santa Catarina.

“Ela vai possibilitar a integração econômica e a minha forma de abordagem seria voltar a fazer o que fiz em 1990, quando era vereador e ajudei a coletar assinaturas para que a BR-101 fosse duplicada, porque era naquele momento prioritária. Hoje a BR-470 é uma artéria entupida, e uma artéria entupida faz com que o corpo faleça, por isso temos que exigir de forma organizada que todas as regiões estejam integradas nessa prioridade, além é claro de o Governo do Estado fazer a sua parte para que isso se resolva o mais rápido possível”.

Em relação à falta de efetivo na segurança pública, seja dos bombeiros, policias Civil e Militar, Instituto Geral de Perícias (IGP) e Instituto Médico Legal (IML), ele anunciou que vai diminuir o número de cargos comissionados no Governo, que passariam de 1.400 para apenas 200, extinguindo as Agências de Desenvolvimento Regional e enxugando outros órgãos para que sobre dinheiro para investimentos na área.

“Se tirarmos o peso na folha dos cargos comissionados, só isso já paga o salário de 1.200 policiais e queremos já no primeiro semestre trazer cinco mil policiais da reserva, associado a isso vamos investir R$ 2 bilhões em tecnologia para que o IGP e a Polícia Civil possam estar mais aparelhados para dar sequência à sua atividade. Vamos fazer da segurança pública uma grande prioridade para Santa Catarina, no que diz respeito aos próximos três anos com fechamento das fronteiras, controle efetivo e combate muito forte à criminalidade. Ou agimos agora ou vamos perder o controle, então a segurança será prioridade, mas com recurso e não apenas só discurso”.

Questionado sobre soluções para minimizar os impactos das cheias, Merisio afirmou que pretende concluir as barragens e construir um canal extravasor no Salto Pilão, em Lontras, o que vai permitir uma redução da cota em cerca de três metros.

“Não é uma obra faraônica, é uma obra exequível”, ressaltou.

Para o setor de educação, o candidato do PSD disse que a curto prazo vai buscar a valorização do professor com melhoria de salários, além de garantir reformas estruturais nas escolas. Já em médio prazo, a proposta seria uma reformulação da grade curricular com incremento das novas tecnologias.

“E a longo prazo implantaremos uma nova visão estratégica da educação e a revisão completa na formação dos professores, mas para começar temos que fazer o simples, e o básico é o salário e condições para o ensino”, finalizou.

Helena Marquardt

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui