Por: diario | 05/10/2018

Neste sábado (6), as Secretarias de Educação e de Assistência Social de Mirim Doce, realizam a 2ª Caminhada Ecológica Beneficente ao Morro do Funil. O evento, que será em prol da Casa Lar de Taió, deve reunir pessoas que gostam de aventura e de estar em contato com a natureza e os participantes ainda podem escolher o percurso de trilha ou rodovia.

As inscrições que foram lançadas 21 dias antes do evento, tiveram que ser encerradas um dia antes do prazo final, pela demanda de participantes. Foram quase 200 pessoas inscritas na caminhada, 100 na trilha e 78 na rodovia.

Segundo a secretária da Educação e Esporte, Elaine Teresinha Corrente Borghesan, o número de inscritos superou as expectativas, já que a 1ª Caminhada reuniu 100 participantes.

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

“Não esperávamos chegar nesse recorde, estamos felizes com essa aceitação das pessoas. É um trabalho que não tem despesa e tem sim, a parte efetiva dos demais municípios que vem até nossa cidade, conhecer nossas belezas naturais. É, sem dúvida, gratificante para todos nós. Além de ser saudável, não prejudica ninguém e integra o pessoal às belezas naturais de Mirim Doce”, destaca Elaine.

A novidade deste ano é a trilha, e os aventureiros terão pela frente um desafio: caminhar quase 14 quilômetros de estrada de chão até o Morro do Funil, que tem 1.200 metros de altitude, com subidas, ladeiras, um caminho que exige muito do participante, que pode ser feito em até sete horas. Já o público mais sedentário pode optar pela rodovia, de até três horas de caminhada. Todos serão acompanhados por bombeiros e socorristas que vão dar atenção e segurança a todos, caso precise.

A saída está marcada para às 7h, em frente à Secretaria de Educação de Mirim Doce e no local, cada participante deve levar um alimento não perecível ou produtos de higiene e limpeza, no valor mínimo de R$10. Após colaborar com a Casa Lar de Taió, terão direito a uma camisa alusiva ao evento.

Quer receber as notícias no Whatsapp? Clique aqui

Elaine conta ainda que pessoas de outros municípios já se inscreveram, Rio do Sul, Trombudo Central e até de Joinville e apesar da previsão ser de sete horas, o ritmo de cada um será respeitado.

“A caminhada tem que ser prazerosa, tranquila. A paisagem é maravilhosa, então a gente tem que ir prestigiando tudo isso. Temos idosos inscritos na caminhada também. Então, não tem idade o percurso é pra família inteira”, finaliza.

Jéssica Sens

Veja também as últimas atualizações: