Por: Cláudio Prisco Paraíso | 25/01/2019

Em entrevista ao programa Sala de Visitas, do SBT Meio Dia de ontem, o prefeito de Tubarão e presidente da Fecam, Joares Ponticelli, confirmou que a entidade já está atuando em sintonia e buscando maior aproximação com o governo do Estado. Ponticelli fez menções elogiosas ao governador e secretários de Estado, com quem ele esteve na segunda-feira. “Foram altamente produtivas, proativas as agendas. É assim que a Fecam quer trabalhar”, enalteceu ele. Vale lembrar que Ponticelli administra a cidade onde Moisés da Silva construiu sua carreira profissional e fez sua vida familiar. Mas os dois estavam em lados opostos na campanha. O prefeito apoiou Gelson Merisio, com quem Moisés disputou o segundo turno em Santa Catarina.Ao que tudo indica, o confronto eleitoral parece mesmo que ficou por conta do passado. Tanto que o presidente da Fecam anunciou que entre outras ações, o governador e a Secretaria da Fazenda vão entrar na luta para que o ISS cobrado sobre operações com cartões de crédito, de débito, leasing e planos de saúde, fique nos municípios. A batalha será no STF – onde o ministro Alexandre de Moraes deu uma liminar suspendendo o direito das prefeituras ficarem com os recursos deste tipo de serviço – e todo apoio político neste caso é mais do que bem-vindo.

Parceria
Joares Ponticelli justificou sua lealdade a Merisio. Ele só tornou-se prefeito de Tubarão porque foi incentivado pelo próprio Merisio e pelo ex-governador Raimundo Colombo. Respaldo que foi político e financeiro. Os dois líderes do PSD viabilizam quase R$ 50 milhões de investimentos para a Cidade Azul. Além disso, o PP, partido do presidente da Fecam, estava coligado com o PSD no pleito de 2018.

Taxa de esgoto
Em busca da redução de 40% da tarifa, que é de 100% do valor da fatura de água, o prefeito Clésio Salvaro se reuniu com a futura presidente da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan), Roberta Maas dos Anjos. A possibilidade de reduzir os valores será apresentada pela estatal ao governo de Criciúma no dia 28 de fevereiro, às 14h, em reunião agendada na sede da Casan, em Florianópolis.

Devolução
O deputado federal Celso Maldaner foi um dos poucos parlamentares que já devolveu, através de pagamento de guia “GRU” à Câmara dos Deputados, o valor que recebeu referente ao chamado “auxílio mudança” no valor líquido de R$ 24.478,18.

FRASE
“Temos que ser sensíveis ao momento que o Brasil está vivendo. A eleição foi marcada por uma onda de mudanças.” Deputado federal Celso Maldaner.

Ranking
A Associação Empresarial de Joinville (ACIJ) avalia como positivos os números da geração de empregos divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) nesta quarta-feira, 23. Os dados apontam a cidade do Norte do Estado como a quinta maior geradora de vagas formais de trabalho em todo o Brasil durante o acumulado do ano de 2018.

Crescimento
Em termos absolutos, Joinville ficou com saldo de 9.094 postos de trabalho depois das cidades de São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Curitiba. Os setores de serviços, indústria de transformação e comércio contribuíram bastante com esses números. O estado de Santa Catarina também empregou mais: o saldo positivo é 41,7 mil contratações.