Por: diario | 30/05/2017

Depois de dias de chuva, o sol voltou a aparecer em Rio do Sul ontem. O bom tempo, porém, não foi o suficiente para afastar o temor gerado pela cheia dos últimos dias. Em virtude do nível do rio, a Defesa Civil de Rio do Sul manteve o caráter de emergência na cidade. Durante o dia, o rio permaneceu acima da margem de segurança, que é de 6,50 metros. Ontem (29), a Defesa Civil do município disponibilizou as cotas de enchente atualizadas de cada rua. O arquivo, que pode ser acessado no site da prefeitura, foi revisado desde os últimos eventos de cheia na região.

Cinco abrigos estão abertos na cidade e até a tarde desta segunda-feira, 93 pessoas já foram retiradas de suas residências por prevenção e levadas para os salões de igrejas. Além disso, a previsão de mais chuva nesta semana preocupa as autoridades. Uma reunião na noite de ontem com a Defesa Civil, Prefeitura e órgãos de prevenção deliberou o planejamento para os próximos dias. “Se houver uma mudança positiva no cenário em termos do que pode chover terça, quarta e quinta […] a gente irá mexer no quadro de segurança, até porque a previsão é de chuva mas isso não quer dizer que é o que vai acontecer. Se não, o quadro se mantém e deixa as pessoas que estão nos abrigos”, disse Moacir Cordeiro, coordenador da Defesa Civil.

O coordenador ainda pede que a população das áreas mais baixas permaneça atenta aos comunicados de hora em hora dos níveis do rio e também da cota de segurança. As igrejas católicas que estão servindo de abrigo para a população são as dos bairros Bela Aliança, Barragem, Pamplona, Canoas e Santa Rita. Na manhã de ontem, uma equipe da Prefeitura de Rio do Sul visitou os locais.

“Todos estão sendo assistidos com alimentação e abrigo. Peço que a população fique atenta aos meios de comunicação e redes sociais da Defesa Civil ou site da prefeitura para acompanhar os boletins que são feitos com informações muito precisas e confiáveis”, ressaltou o prefeito José Thomé.

Desde o início das chuvas, na sexta-feira, foram 11 ocorrências em Rio do Sul. Os principais fatos foram deslizamentos de terra, enxurradas em terrenos, alagamentos ou quedas de muro. Não há registro de vítimas ou danos em imóveis. Na educação e na saúde, os serviços funcionam normalmente. Todas as unidades de ensino estão com aulas normais. Já a coleta de lixo convencional está sendo feita prioritariamente nas áreas mais baixas para evitar o acúmulo de materiais, mas o cronograma de atendimento dos outros bairros será praticamente igual. A coleta seletiva excepcionalmente não está sendo realizada. Os caminhões estão ajudando na retirada de móveis de famílias de áreas mais baixas.
Previsão do tempo

A previsão do tempo, de acordo com a Epagri/Ciram, é de chuva para os próximos dias. A terça-feira deve ser de tempo nublado durante todo o dia, com a temperatura do ar variando entre 14°C e 18°C, com média de 16°C e a umidade relativa do ar entre 90% e 100%. A quarta-feira segue com tempo nublado. A previsão é de chuva ao longo do dia, e pancadas de chuva à noite. Já a temperatura do ar deve variar entre 14°C e 19°C, com média de 16°C e a umidade relativa do ar entre 90% e 100%. Na quinta-feira, o tempo deve melhorar. O céu fica parcialmente nublado durante todo o período, mas a previsão de chuva é só para a manhã. A temperatura do ar pode variar entre 14°C e 20°C, com média de 17°C e a umidade relativa do ar entre 90% e 100%.

Suellen Venturini


Polenta solidária reúne 2 mil pessoas em Rio do Sul

Alto Vale mantém alerta de cheia

Equipes comemoram título na final do Campeonato de Futsal em Vidal Ramos

Homem é preso por agredir a mulher e ameaçar filho em Rio do Sul