Por: diario | 09/09/2019

O plano de Deus está totalmente revelado para nós, que é a edificação do Corpo de Cristo, da noiva de Cristo. Se nossa vida não está alinhada com esse plano, precisamos clamar para que o Senhor opere mais intensamente em nosso coração. Se aquilo que nos faz ficar preocupados, tristes, alegres ou eufóricos não vem do plano divino é porque precisamos pedir que o Senhor nos transforme com Sua luz. Se não temos o desejo de realizar a vontade de Deus, devemos pedir que Ele mude nosso coração.

Em João, capítulo 6, versículo 56 está escrito: “Quem comer a minha carne e beber o meu sangue permanece em mim, e eu, nele”. Comer é um processo natural para nós. Comemos o alimento natural diariamente e, da mesma forma, precisamos comer o alimento espiritual para crescermos e amadurecermos. Temos que investir em nosso corpo, alma e espírito. Precisamos alimentar nosso espírito com a Palavra de Deus. Quando comemos de Cristo (verbo), passamos a ter nojo do ego. A Palavra do Senhor expõe nossos erros; isso nos capacita a cooperar com o Espírito para sermos transformados.

Após conhecermos os mandamentos divinos, devemos decidir praticá-los. A maturidade espiritual é a prática do conhecimento recebido. Tudo o que não gera o crescimento do novo homem, deve ser rejeitado por nós. Não podemos nos aliar ao mundo para obtermos sucesso material. Devemos viver em submissão à Palavra do Senhor, porque Ele é o Rei universal e tudo está sob Seu controle.

Muitas vezes, o Senhor utiliza as circunstâncias para nos motivar a comer. Quando Ele vê que não estamos desejos de nos alimentar de Cristo, Ele providencia situações difíceis que nos façam comer Sua Palavra. Isso é motivo de alegria e não de tristeza! Devemos glorificar ao Senhor pelas tribulações, pois elas nos fazem comer para crescer e amadurecer. Em João, capítulo 8, versículo 12 está escrito: “De novo, lhes falava Jesus, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida”. Quem segue ao Senhor é quem conhece e pratica Sua Palavra. Esse é o que cresce e amadurece, que sai das trevas e vive na verdade. Esse recebe a luz da vida, que é pensar como Jesus pensa, andar como Ele anda, viver como Ele vive. Esse é um padrão excelente de liberdade porque nada do que é natural toca essa pessoa.

Quando o ego domina uma pessoa há uma anomalia espiritual, porque Jesus já nos redimiu. Somos livres e continuamos escravizados, isso é uma anomalia! É uma carência de pleno desenvolvimento. Precisamos comer para que não soframos de anomalia espiritual. Lembre que Deus respeita nossa decisão de não querer comer de Cristo. Nós também devemos respeitar a decisão dos outros. Se as pessoas não querem ler a Bíblia, ninguém as obrigará. Mas, uma coisa é certa: quem não come de Cristo de forma adequada, também não se desenvolve de forma adequada.

 

Av. Governador Jorge Lacerda, nº 380 

Bairro Budag Rio do Sul (47) 98810-4000
Email: [email protected]