Por: diario | 16/08/2019

Por Helena Marquardt

O Clube Caça e Tiro Dias Velho, em Rio do Sul, sediu nesta quinta-feira (15) o 3° Encontro Regional de Redes Femininas de Combate ao Câncer de Santa Catarina. O evento teve participação de representantes de mais de 15 cidades era voltado a capacitação e troca de experiências.

Segundo a presidente da Rede Feminina de Rio do Sul, Silvia Mayerle, a programação iniciou logo pela manhã e seguiu durante todo o dia com várias palestras de diversos profissionais, entre eles um escritor, um contador e um oncologista. O momento também foi de troca de experiências. “Cada Rede é diferente da outras, umas estão mais avançadas na prevenção, outras no atendimento, aqui cada uma pode falar das suas experiências e ajudar, afinal o nosso maior intuito é melhorar ainda mais o atendimento as nossas pacientes”, comentou.

A presidente da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Santa Catarina, Sônia Rieg Fischer, também esteve presente no evento e destacou a importância do trabalho que as Redes realizam por todo o estado e a forma como as voluntárias fazem o acolhimento das pacientes. “Temos um jeitinho, um carinho e um amor que fazem a diferença. Muitas vezes nem nós temos noção de como isso é importante para o paciente que busca a Rede Feminina e recebe esse olhar especial”, disse.

Um dos palestrantes foi o contador Tadeu Vieira que também é voluntário e falou das entidades do terceiro setor e como elas podem conseguir recursos. “No Sul do Brasil temos mais de 70 mil CNPJs vinculados ao terceiro setor e tem muito recurso para essas entidades mas elas não estão preparadas para fazer essa captação, por é tão importante esse auxílio até mesmo dos contadores”, finalizou.