Por: diario | 24/06/2019

A 31ª Festa do Pinhão, realizada no Parque Conta Dinheiro, em Lages, na Serra Catarinense, encerrou no domingo (23). O evento contou com vários dias de shows nacionais além de atrações para todos os diversos tipos de públicos. De acordo com o prefeito de Lages, Antonio Ceron, o público correspondeu às expectativas e a novidade da 31ª Festa Nacional do Pinhão, nesta edição,  além da maior paçoca do mundo, aconteceu a entrega do troféu ao campeão da Copa Intercontinental, disputado pela Leoas da Serra e Atlético Navalcarnero de Madri.

De acordo com o diretor da empresa Gaby Produções, Beto Ody, este ano a festa se encerrá de um modo muito especial. A paçoca, que será preparada por mais de 40 pessoas, será servida para 10 mil crianças da rede pública de ensino, a partir das 12h, no parque Conta Dinheiro, com entrada gratuita até às 14 horas. “Encerraremos a festa este ano de uma maneira muito especial. Sempre quisemos fazer uma ação social para o lageano”, disse Ody.

Durante o fim de semana, além da gastronomia típica da Serra Catarinense, como a paçoca de pinhão e o entrevero, os visitantes puderam curtir as atividades do Palco Cultural,  espaço destinado aos artistas locais para apresentações. Os shows de Capital Inicial, Skank e Armandinho foram os destaques para o sábado. Já no domingo,  a dupla Bruninho e Davi e Atitude 67 subiram ao palco.

A turista, Silvania Rohling Goede destacou a assertividade da organização na escolha dos shows e acrescentou, “A festa do pinhão deste sábado foi inesquecível, o show do Armandinho, Skank e Capital Inicial foram um sucesso. Eles animaram a galera com suas músicas, levando o público a loucura”.

Para a Gabrieli Floriani, que reside em Otacílio Costa, a festa estava ótima e ela elogiou a organização e programação do evento. “A programação estava bem diversificada e atrativa, além disso, a organização durante a festa foi outro diferencial que na minhã opinião,  atraiu tantas pessoas como nessa edição. Nos shows, por exemplo nenhum deles teve muito atraso, nesta vez”, comentou.

Vocalista da banda Skank elogiou a festa

Samuel Rosa, vocalista da banda Skank, apareceu em meio às luzes o palco para fazer o público dançar e cantar na Festa Nacional do Pinhão, em Lages. Logo que começou o show, ele rasgou elogios ao evento. Para ele, a festa se fortalece a cada ano e “está entre os mais importantes eventos do país”, pois traz os melhores nomes da música brasileira. Diante de um público expressivo, Skank apresentou músicas do projeto “O três primeiros”. A banda apresentou sucessos como “Partida de Futebol”, “Tão Seu”, den tre outros. As canções levantaram o público. “É um prazer voltar a Lages”, disse Samuel Rosa, que fez questão de ressaltar a participação na Festa em suas redes sociais.

Skank foi a segunda atração da noite de sábado (23) no palco Nacional, antes, o público já havia curtido o show de Armandinho. A banda Capital Inicial, uma das maiores do rock nacional, fechou a agenda de shows nacionais da noite. Comandado pelo vocalista Dinho Ouro Preto, o grupo apresentou músicas como “Natasha”, “Primeiros erros”, “À sua maneira”, “Quatro vezes Você” e “Passageiro”, entre outras.

Nos bastidores, a banda fez questão de receber o público e retribuir o carinho dos fãs. Dinho não se cansava de dizer o quanto estava sendo importante voltar a Festa do Pinhão. “Estamos aqui, de novo, depois de 11 anos. E é sempre um prazer enorme participar do evento”.

Entrega da taça

No domingo (23), a Festa Nacional do Pinhão, em parceria com a Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac), fez a entrega do título para o time campeão da Copa Intercontinental, que será definida em partida entre Leoas da Serra e Atlético Navalcarnero de Madri. O confronto final entre as atuais campeãs da América e da Europa ocorre às 10h30 no Ginásio Jones Minosso, em Lages.

 

Com informações: Catarinas Comunicação