[URGENTE] Dono da JBS grava Temer dando aval pra compra de silêncio de Eduardo Cunha

O Jornal O Globo acaba de publicar na sua edição online uma notícia que representa um forte abalo na vida política do Brasil.

O empresário Joesley Batista e seu irmão Wesley, donos da JBS, uma das maiores indústrias de alimentos do mundo, em uma delação premiada à Procuradoria-geral da República (PGR), entregou uma gravação feita em março desse ano,  em que o presidente Michel Temer dava o aval para comprar o silêncio do deputado cassado e ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ), depois que ele foi preso na operação Lava Jato. A informação é do colunista do jornal “O Globo” Lauro Jardim.

Segundo o jornal, na gravação o presidente Michel Temer indica o deputado Rodrigo Rocha Loures, do PMDB do Paraná, pra resolver um assunto da JBS. Posteriormente, Rocha Loures foi filmado recebendo uma mala com 500 mil reais, enviados por Joesley.

Em uma outra gravação, também em março, o empresário diz à Michel Temer que estava dando à Eduardo Cunha e ao operador Lucio Funaro, uma mesada, para que permanecessem calados na prisão.

Diante dessa informação, Temer diz nessa gravação: “Tem que manter isso, viu?”. Na mesma delação de Joesley, o senador Aécio Neves, presidente do PSDB, é gravado pedindo ao empresário 2 milhões de reais. A entrega do dinheiro à um primo do Aécio também foi gravada.

Nem Michel Temer, nem Aécio neves se posicionaram ainda sobre essas denúncias.

Via: O Globo, Jornal Nacional e G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *